CHEIOS DO ESPÍRITO

Felipe Miranda O. Morais Artigos Deixe Seu Comentário

Cheios do Espírito

Enchei-vos

Não se embriaguem com vinho, que leva à libertinagem,

mas deixem-se encher pelo Espírito,

falando entre si com salmos, hinos e cânticos espirituais,

cantando e louvando de coração ao Senhor,

dando graças constantemente a Deus Pai por todas as coisas,

em nome de nosso Senhor Jesus Cristo.

Sujeitem-se uns aos outros, por temor a Cristo.

Efésios 5:18-21

 

SANTIFICAÇÃO

Efésios 5:18a – [Não se embriaguem] – A primeira evidência de ser cheio do Espírito é ser separado do mundo, suas imoralidades, contendas e bebedices. [Sl 1:1; Tg 4:4, Gl 5:19-21; 1Pe 4:3, Rm 13:13]

REGENERAÇÃO

Efésios 5:18b – [deixem-se encher] – O segundo resultado da plenitude do Espírito é buscar a face de Deus a ponto de permiti-lo realizar uma transformação completa no nosso modo de viver. [Rm 12:1Pe 1:18; Rm 6:1-2]

COMUNHÃO

Efésios 5:19a – [falando] – Esse é o terceiro resultado. Com a vida transformada, devemos ser capazes falarmos uns aos outros, pois o primeiro fruto do Espírito é o amor.

ADORAÇÃO: Efésios 5:19b –  [cantando] –  Esse é o quarto resultado de quando estamos é cheios do Espírito: Cantarmos ao Senhor de coração. O coração não é o lugar, mas a maneira como estamos cantando.

GRATIDÃO

Efésios 5:20 – [dando graças] – Muitos crentes dão graças às vezes por algumas coisas; crentes cheios do Espírito agradecem sempre, por todas as coisas.

SUBMISSÃO

Efésios 5:21 – [Sujeitem-se] – A marca registrada no cristão cheio do Espírito não é a autoafirmação, mas a auto submissão! [Rm 12:10]

(Porque o fruto do Espírito está em toda a bondade, e justiça e verdade); Efésios 5:9

Esses são os resultados sadios da plenitude do Espírito Santo. Todos eles dizem respeito aos nossos relacionamentos. Se estivermos cheios do Espírito, teremos um relacionamento harmonioso com Deus e uns com os outros. Pois o fim principal do homem é glorificar a Deus e gozá-lo pra sempre. Uma pessoa cheia do Espírito Santo buscará viver em comunhão, em adoração, em gratidão e em submissão.

 

Portanto, irmãos, rogo-lhes pelas misericórdias de Deus que se ofereçam em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus;

este é o culto racional de vocês.

Não se amoldem ao padrão deste mundo,

mas transformem-se pela renovação da sua mente,

para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa,

agradável e perfeita vontade de Deus.

Romanos 12:1-2