Deus também ama os Pobres

Felipe Miranda O. Morais Livros Deixe Seu Comentário

Deus também ama os Pobres

“Pois nunca deixará de haver pobre na terra; pelo que te ordeno, dizendo: Livremente abrirás a tua mão para o teu irmão, para o teu necessitado, e para o teu pobre na tua terra.” Deuteronômio 15:11

Infelizmente, muitos parecem desconhecer algumas partes primordiais das Escrituras, onde se refuta completamente a ideia bizarra de que para ser abençoado é necessário ser rico, ou ser rico é uma prova da bênção e aprovação de Deus. E isso não é verdade! Leia os versículos abaixo:

“E, levantando ele os olhos para os seus discípulos, dizia: Bem-aventurados vós, os pobres, porque vosso é o reino de Deus.” Lucas 6:20

“O Espírito do Senhor é sobre mim, Pois que me ungiu para evangelizar os pobres. Enviou-me a curar os quebrantados do coração,” Lucas 4:18

Os cegos vêem, e os coxos andam; os leprosos são limpos, e os surdos ouvem; os mortos são ressuscitados, e aos pobres é anunciado o evangelho. Mateus 11:5

“Ouvi, meus amados irmãos: Porventura não escolheu Deus aos pobres deste mundo para serem ricos na fé, e herdeiros do reino que prometeu aos que o amam?” Tiago 2:5

“Conforme está escrito: Espalhou, deu aos pobres; A sua justiça permanece para sempre.” 2 Coríntios 9:9

“Mas ai de vós, ricos! porque já tendes a vossa consolação.” Lucas 6:24

“Eia, pois, agora vós, ricos, chorai e pranteai, por vossas misérias, que sobre vós hão de vir.” Tiago 5:1

“Mas vós desonrastes o pobre. Porventura não vos oprimem os ricos, e não vos arrastam aos tribunais?” Tiago 2:6

“Manda aos ricos deste mundo que não sejam altivos, nem ponham a esperança na incerteza das riquezas, mas em Deus, que abundantemente nos dá todas as coisas para delas gozarmos;” 1 Timóteo 6:1

“Mas os que querem ser ricos caem em tentação, e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, que submergem os homens na perdição e ruína.” 1 Timóteo 6:9

“E, vendo Jesus que ele ficara muito triste, disse: Quão dificilmente entrarão no reino de Deus os que têm riquezas!” Lucas 18:24

Pois é isso mesmo

Quanto aos benefícios concedidos aos mais ricos, leia na sua Bíblia Tiago 2.1-4.

Tenho observado que muitas pessoas estão sendo enganadas por um “outro evangelho”.

Eles têm trocado o verdadeiro Deus JEOVÁ por MAMON.

Têm substituído o mover do Espírito por fantasias, teatros, danças, eventos, shows, etc…

Transformam o culto em um show qualquer onde a plateia deve sair satisfeita a qualquer preço, e com isso estão enganando e sendo enganados a respeito dos princípios do Evangelho de Cristo.

Porém a Bíblia nos orienta a estarmos sempre vigilantes; prudentes em relação às falsas doutrinas, ensinamentos que não condizem com a Palavra de Deus.

E daí?

A responsabilidade é pessoal. Cada um dará conta de si mesmo a Deus!

Ainda que uma pessoa possa tentar se justificar dizendo que foi enganada, o Senhor o julgará segundo a verdade, pois essa pessoa não apenas foi enganada; mas, deixou-se enganar. Afinal todo cristão tem a obrigação de conhecer às Sagradas Escrituras e esforçar-se por compreendê-las.

“Não se pode dizer que é seguidor

de algo que não se conhece”

Deus quer que nós nos ofertemos em totalidade a Ele. Isso quer dizer que nossa vida, nosso tempo, nosso sono, enfim, tudo que era nosso, se torne Dele. Pois agora não vivo mais eu; Cristo vive em mim. (Gálatas 2.20)

“Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom.” MATEUS 6.24

 

Ou seja, não podeis servir a Deus e às Riquezas!

“Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam; Mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam. Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.” MATEUS 6.19-21

Será que essas palavras foram esquecidas? Ou perderam seu valor? Claro que não! O problema é que as pessoas andam segundo seus desejos e muitos usam de artifícios para tentar “moldar” a Palavra de Deus de acordo com suas próprias vontades!

ROMANOS 12.16 –“Sede unânimes entre vós; não ambicioneis coisas altas, mas acomodai-vos às humildes; não sejais sábios em vós mesmos;”

Às vezes somos ensinados a doar para prosperar e o correto seria:

  • Doar em sinal de gratidão a Deus;
  • Doar para ajudar ao próximo;
  • Doar para apoiar a Obra de Deus;

Enfim, deve haver altruísmo.

Amar sem interesse!

Já estive presente em vários cultos onde o preletor lançava “DESAFIOS” à congregação para que estes doem quantias exorbitantes em troca de uma “suposta” bênção especial.

É dever de cada um de nós, estarmos atentos à verdade Bíblica.

“O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; e, visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos.” OSÉIAS 4.6

“A ambição e a cobiça pelas coisas materiais são algumas das razões pelas quais muitos naufragam na fé.”

I TIMÓTEO 3:2-3 – “Convém, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma mulher, vigilante, sóbrio, honesto, hospitaleiro, apto para ensinar; Não dado ao vinho, não espancador, não cobiçoso de torpe ganância, mas moderado, não contencioso, não avarento;”

Deus não te pede mais do que você pode ofertar!

I CORÍNTIOS 16.2 – “No primeiro dia da semana cada um de vós ponha de parte o que puder ajuntar, conforme a sua prosperidade, para que não se façam as coletas quando eu chegar.”

Não se esqueça: A oferta é voluntária!

2 CORÍNTIOS 9.7 – “Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.”

Creio que Deus está sempre preservando uma geração de fiéis, que vivem e pregam contra o pecado. Uma geração forte e vencedora, que não se abala pelas críticas, e que segue deixando as coisas deste mundo para trás. Como Jeremias, alertando os líderes e o povo de Deus para aquilo que tem distanciado o povo do Caminho do Senhor.

Um ótimo conselho para os “novos apóstolos” é o desprendimento das coisas materiais, o sofrimento e a humildade do Apóstolo Paulo, onde ele escreve aos coríntios: “Somos blasfemados, e rogamos; até ao presente temos chegado a ser como o lixo deste mundo, e como a escória de todos”.(1 Coríntios 4:13)