O Perdão Evita a Morte

Felipe Miranda O. Morais Livros Deixe Seu Comentário

O Perdão Evita a Morte

 “Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e assim coma deste pão e beba deste cálice. Porque o que come e bebe indignamente, come e bebe para sua própria condenação, não discernindo o corpo do Senhor. Por causa disto há entre vós muitos fracos e doentes, e muitos que dormem.”

1 Coríntios 11.23-30

 

Durante a Ceia do Senhor, há uma orientação dada para que ninguém participe do Corpo e do Sangue de Cristo de maneira indevida. A principal questão está na falta de comunhão, ou seja, falta de amor para com o próximo.

A Palavra nos alerta que por causa da falta de perdão, há muitos fracos dentro da igreja.

… há entre vós muitos fracos” Caso você tenha observado, realmente existem pessoas que estão sempre queixando-se de fraqueza espiritual, isso pode ser resultado da falta de perdão.

“… e doentes” Além daqueles que estão fracos, existem também os que estão doentes. O que acontece se uma pessoa estiver apresentando sintomas de uma doença e, mesmo assim, rejeitar tomar o remédio para se curar? Adoece. Assim é com a pessoa que ouve a voz de Deus falando em seu coração para que perdoe, pois esse é o remédio, mas ela prefere optar por não perdoar.

“… e muitos que dormem.” A palavra dormir é empregada aqui no sentido de morrer. São aquelas pessoas que deixaram o orgulho falar tão alto, que não ouvem mais a voz do Senhor, dizendo sempre para liberarem o perdão. E quem está morto não pode ter comunhão com a Vida!

 

 Então Davi disse a Natã: “Pequei contra o Senhor!”

E Natã respondeu:

“O Senhor perdoou o seu pecado.

Você não morrerá.

2 Samuel 12.13

 

O rei Davi, ao reconhecer o seu pecado, após ter sido repreendido pelo profeta Natã, teve sua vida literalmente salva da morte física!

Na verdade, o pecado corrompe tanto o nosso interior quanto o nosso corpo físico.