O Perdão Evita o Fracasso

Felipe Miranda O. Morais Livros Deixe Seu Comentário

O Perdão Evita o Fracasso

 

Quem não sabe perdoar, ainda que seus negócios sejam bem-sucedidos, é um fracassado.

Todas as pessoas têm a capacidade de perdoar, mas nem todos têm um coração perdoador.

Na verdade, Deus não quer que você exija de alguém a reparação do erro, pois Ele, sendo Deus te perdoou, enviando Seu Filho inocente, para que você tenha novamente a oportunidade de se comunicar com Ele, ainda que você não mereça esse perdão.

O perdão de Deus não é exclusividade de alguns, mas é uma oportunidade que é acatada por aqueles que desenvolveram o Fruto do Espírito. [1]

 

“A soberba precede a ruína,

e a altivez do espírito precede a queda.”

Provérbios 16.18

 

A Parábola do credor incompassivo mostra-nos um belíssimo exemplo de perdão do Senhor para com seus servos (Mateus 18.23-35).

Deixar de perdoar é pecado porque não praticamos o amor, pois Deus é Amor!

Quanto aos casais, a Vontade Absoluta de Deus é que nunca se separem. (Conferir Marcos 10.7-12). Após fazer o juramento na cerimônia de casamento, ouvimos o ministro dizer: “Até que a morte os separe! AMÉM.” Não se diz “Até que a traição os separe!” ou “Até que a briga os separe!” Pense nisso!

 

Muitas pessoas não sentem mais a presença de Deus! Não sentem porque não têm mais comunhão com Ele. Não têm mais comunhão com Deus porque não têm mais comunhão com os irmãos! Não se pode participar da Ceia do Senhor com mágoa, rancor ou amargura.

Se você ainda acha que é impossível perdoar, ou que não tem forças para perdoar alguém por algo que ele ou ela te fez, leia o que diz a palavra de Deus…

 

“Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece.” Filipenses 4.13

 

Todas as vezes que pensamos não ser capazes de perdoar, estamos deixando nosso orgulho falar mais alto dentro de nós.

Fomos criados à imagem e semelhança de Deus! Isso é maravilhoso! Significa que, assim como Deus é criador, nos deu uma mente criativa; assim como Deus é amor, nos deu a capacidade de amar; assim como Deus nos perdoou e até enviou Seu único Filho para morrer por nós, antes mesmo de nascermos e quando merecíamos o juízo, assim também Ele nos deu a capacidade e o compromisso de perdoar.

[1] Ref.: Gálatas 5.22