A Soberania de Deus

Felipe Miranda O. Morais Livros Deixe Seu Comentário

A Soberania de Deus

Estava lendo alguns artigos de grandes escritores da nossa geração e de décadas passadas, e pude observar o quanto a nossa sabedoria e conhecimento da Palavra de Deus nas igrejas está escasso. Muitos desses escritores inventam teorias, métodos, meios para alcançarmos as bênçãos do Senhor.

Pude observar alguns absurdos teológicos como, por exemplo, um desses escritores, ao editar um dos seus mais famosos livros, diz que quando orar, o cristão dever usar as expressões: eu exijo, eu decreto, eu declaro, eu determino, eu reivindico, em lugar de dizer: eu lhe peço, eu lhe rogo, eu lhe suplico e jamais dizer: “se for da Tua vontade”, segundo ele, pois isto destrói a fé. Mas Jesus orou ao Pai, dizendo: “Se é da Tua vontade… faça-se a Tua vontade…” (Mateus 26.39,42).

Heresias? Sim, mas nossas igrejas estão cheias delas!

Não devemos nos dirigir a Deus como se Ele fosse nosso servo! Jamais devemos dar ordens a Ele, pois Deus é soberano e Ele faz o que Ele quer, quando Ele quer e com quem Ele quer. Devemos sim pedir, porém esperando a Vontade de Deus. O coração do homem faz planos, mas a resposta vem de Deus.

Deus é Soberano. Devemos aprender a cada dia que Ele só fará algo por nós se Ele tiver um propósito com isso.

Em João 9:1-41, note que havia um doente, e Deus havia permitido aquela doença de nascença por que Ele tinha um projeto na vida daquela pessoa. Deus queria que aquela doença fosse curada para que o Seu nome fosse glorificado através dele.

Às vezes, ficamos nos perguntando “para quê Deus iria permitir isso em minha vida? Por quê? Até Quando? Como?” Etc.

Bem, só Deus tem a resposta, mas devemos estar dispostos a aceitar a decisão de Deus, para que a Vontade Dele venha a se realizar em nossas vidas.

Não pude deixar de citar esse assunto aqui, já que sentiria que não estaria cumprindo todo o propósito deste livro.